segunda-feira, 28 de março de 2016

Com a sub locação da força de trabalho, só quem perde são os trabalhadores por conta da crise, aponta Bebeto


A semana começou com mais uma notícia ruim para o mundo do trabalho, por culpa dessa crise avassaladora que tem atingido em cheio todas as classes sociais. Agora, o IBGE registrou que os trabalhadores com escolaridade completa, inclusive os graduados em universidade, sofreram uma queda salarial de 4,8%. Por conta de uma oferta de emprego cada vez mais restrita, está ocorrendo uma sub locação da força do trabalho. Na prática, isso quer dizer que os profissionais, por sobrevivência, estão aceitando postos com salários menores, e em áreas diferentes. E as coisas vão piorando na medida em que a crise se prolonga. Para se ter uma ideia, a expectativa de salário caiu 43%. Esse é o reflexo do que venho dizendo: estamos enfrentando 4 crises que se retroalimentam: crise política, que é a mãe de todas as outras, que provoca crises econômica, institucional e por fim a crise social.

Bebeto Galvão deputado federal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nunca escreva para os outros, o que você não gostaria de ler