sexta-feira, 4 de março de 2016

MPF pediu condução coercitiva da mulher de Lula, mas Moro negou

MPF pediu condução coercitiva da mulher de Lula, mas Moro negou
Foto: Alex Prado
O Ministério Público Federal (MPF) havia solicitado à Justiça Federal a condução coercitiva da ex-primeira dama Marisa Letícia, mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Porém, segundo o Estado de S. Paulo, o juiz Sérgio Moro negou o pedido. "Em relação ao pedido de condução coercitiva de Marisa Letícia Lula da Silva, indefiro. Em relação a ela, viável o posterior agendamento do depoimento com a autoridade policial, sem que isto implique maior risco à ordem pública ou a terceiros", determinou o magistrado. Lula foi alvo da 24ª fase da Operação Lava Jato. Além disso, outras quatro pessoas da família do ex-presidente também são investigadas: Marisa, os filhos Marcos Cláudio Lula da Silva e Fábio Luís Lula da Silva e a nora Marlene Araujo Lula da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nunca escreva para os outros, o que você não gostaria de ler