quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Carnaval de Maragogipe - Cadernos do IPAC Por Dr. Paulo Guerreiro


Estou postando este vídeo para homenagear o carnaval que passou, na esperança de que um dia, se não eu, mas, que meus filhos e netos, possam reviver ou viver o prazer do verdadeiro carnaval que tínhamos em Maragogipe.
Ao mesmo tempo para uma homenagem aos carnavalescos do passado, àqueles Maragogipanos que ajudaram a fazer o carnaval de Maragogipe tornasse Patrimônio Imaterial da Bahia e, escolhi em vida o nosso Dica do Trio e em memória a saudosa Rosa de Carapeba de tantos carnavais e nosso eterno folião, criador de fantasias e competente Secretário de Cultura, Eliezer Mello, que aparecem no vídeo.
O carnaval de Maragogipe não é imortal pelo título recebido, ele é Imortal por está encravado na alma do povo e, como bem disse meu amigo e irmão Máximo no seu depoimento, a melhor fantasia é aquela que já nasce com o folião Maragogipano, pois é a sua própria pele, sua própria alma e a sua maior alegria.
Assim vamos para as ruas, sem esperar por ninguém, fazer o nosso carnaval, o carnaval de máscaras, das fantasias e das caretas, o carnaval do talco, dos confetes e serpentinas, dá irreverência, das marchinhas, do samba de roda, dos pirrots e colombinas, mas, vamos, principalmente, fazer o CARNAVAL DA PAZ, DO AMOR E DA ALEGRIA.
Um bom carnaval a todos.
Paulo Vicente Guerreiro Peixoto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nunca escreva para os outros, o que você não gostaria de ler