quarta-feira, 24 de maio de 2017

O cancelamento do nosso TRADICIONAL SÃO JOÃO de Maragogipe. Por Dr. Paulo Guerreiro

Paulo Vicente Guerreiro Peixoto

Eu ia me isentar de falar ou comentar sobre o cancelamento do nosso TRADICIONAL SÃO JOÃO de Maragogipe, e, não me refiro só ao São João do Cais, mas, o nosso São João do outrora, sem bandas e sem palcos, das fogueiras nas portas dos "ricos" e dos "pobres", das quadrilhas juninas, das espadas e dos licores e canjicas feitos em nossa própria terrinha das Palmeiras.
Mas, em vista da justificativa da administração municipal para suspender o São João, tenho a obrigação de como Maragogipano não aceitar os argumentos expostos.
Sra. Prefeita, com todo respeito, que como cidadão tenho de ter pela senhora com quem trabalhei na época em que a senhora era Vereadora e eu como advogado da Câmara de Vereadores, em que naquela oportunidade, a senhora tinha uma postura totalmente diferente da atual, o que pese diversas vezes termos tido alguns embates, contudo, a senhora ouvia as pessoas, me nego a comentar.

Suas alegações não convencem e não vão convencer nenhum Maragogipano, talvez quem sabe aqueles que precisam do emprego da Prefeitura e certamente formaram fileiras em defesa desse atentado cultural à Maragogipe e ao comércio de nossa terra.
Estranho que tais argumentos não foram levados em conta antes da destruição da praça do saboeiro, que, com todo respeito aos moradores do bairro não tinha a emergência de ser reformada ou construída uma nova, ou, ainda o Posto de Saúde de Guapira, o que pese as necessidades do povo daquela Zona Rural.
Estranho mais ainda, que a Prefeitura tenha das eleições para cá organizado e custeado outros eventos e festas com despesas para os cofres municipais, sem falar na ora alegada crise, nem serviu como parâmetro para sustar o aumento dos salários da própria Prefeita, Vice-prefeito, secretários e demais funcionários do alto escalão, sem falar em outras coisas mais....
Sra. Prefeita, e meu amigo e irmão Chiquinho, me perdoe, que como secretário deveria demonstrar a senhora Prefeita que nosso São João não precisa de muitos gastos, quando feito corretamente, quando feito para o povo e pelo povo, pois, não precisamos de Bandas consagradas, de ornamentações e palcos luxuosos, quando temos nossos próprios artistas filhos desta terra: Linaldo, Tatai, Edson, João Guimarães, Iracema, Ronaldo Luiz e diversas Bandas que sempre animaram nossos São João, tapando, inclusive, o "buraco" deixado por artistas contratados a peso de ouro, que enganam que cantam e levam seus volumosos "cachês".
Vera, vou assim lhe chamar, sem lhe tirar o respeito, pois foi assim que sempre lhe tratei e você me chamando de "meu advogado danado", ainda temos tempo de mudar esta decisão, de dar a nós Maragogipanos um São João simples e humilde, como o próprio Santo o foi nas suas peregrinações.
Tenho certeza de que todos os artistas da terra, com cachês aquiceciveis, sem exceção, se juntarão neste momento para realizar o nosso São João.
Todavia, Sra. Prefeita, caso assim não ocorra e que a senhora insista na impossibilidade de realizarmos o São João, desde já convoco meus irmãos Maragogipanos, cidadãos, comerciantes e a sociedade em geral para nos unirmos em, fazermos um São João independente, seja no Cais ou nas ruas de nossa cidade, com o apoio das nossas gloriosas Polícia Militar e Polícia Civil, mostrando o que é notório:
NÃO PRECISAMOS DE MUITO PARA FAZERMOS O NOSSO SÃO JOÃO.
Peço desculpas a todos meus amigos, inclusive a Sra. Prefeita, pelos erros de redação, por talvez não ter conhecimento da verdadeira causa de tamanho desatino, nem sobre as contas e gastos do município para assim proceder, e, dos excessos aqui cometidos por mim, pois faço este texto movido pelo calor de saber que uma das maiores festas de nossa terra está sofrendo este "aborto cultural", sentado aqui no Cai-já, contemplando está nossa beleza natural.
Que SÃO JOÃO lhe perdoe por tamanho desatino, que SÃO BARTOLOMEU nos proteja e que DEUS, o GRANDE ARQUITETO DO UNIVERSO nos ilumine e abençoe SEMPRE.
Viva São João.
Viva Maragogipe.
Viva o Povo Maragogipano
Paulo Vicente Guerreiro Peixoto.'.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nunca escreva para os outros, o que você não gostaria de ler