domingo, 24 de dezembro de 2017

Maragojipe: Obrigado a vocês por compartilharem desses 61 anos. Por Dr. Paulo Vicente Guerreiro Peixoto

 
Hoje quando estou completando 61 anos de existência de um ciclo de vida, no qual o GRANDE ARQUITETO DO UNIVERSO me permitiu vivenciar momentos inesquecíveis de felicidades e, também, de algumas tristezas e de dor, os quais tenho a certeza de que teria de enfrentar e passar, não quero presentes, só agradecer:
A DEUS: por ter me dado o direito de existir, quando muitos padecem antes mesmo de ver a luz do Sol, de ter me permit...ido aprender Seus ensinamentos e através deles, pautar minha vida e minha conduta, e, também, pedir PERDÃO pelos meus tropeços nesta caminhada, pois errei muitas vezes, mas, sei que as quedas foram necessárias para minha evolução espiritual.
A meus PAIS: VICENTE DESSA PEIXOTO, meu saudoso pai, pela forma carinhosa e presente, que me criou, pelo amigo que me fez conhecer e pela herança de vida que me legou. A OLINDA GUERREIRO PEIXOTO, minha mãe querida, pelo seu AMOR e sua devoção, por ter me amparado todos estes 61 anos de existência, mesmo quando errei em não a ouvir ou ser mais presente ao seu lado.
 
A meu IRMÃO: MARIO CESAR GUERREIRO PEIXOTO, mais que um irmão, um amigo, "pai de meus filhos" pelo amor e carinho que dedica aos dois, sendo padrinho e tio.
A meus filhos: VICENTE DESSA PEIXOTO NETO e PAULO VICTOR DE SOUZA PEIXOTO, por serem os filhos amorosos e carinhosos que são, por terem se tornado meus mais leais e sinceros AMIGOS e por suportarem minhas broncas, minhas chineladas e os castigos impostos muitas vezes, mas, tenham a certeza que doíam mais em mim e se fizeram necessários para que vocês se tornassem os homens que são hoje.
Aos meus AMIGOS e IRMÃOS .'. por me darem a honra de assim chamá-los, de compartilhar ao lado de cada um de momentos de alegria, de Maçonaria e de festas, mas, também, de dor, de lágrimas e solidariedade. A todos vocês, aos mais próximos e aos mais distantes, eu só tenho a agradecer por me ajudarem a lapidar esta Pedra Bruta que ainda sou e pedir desculpas pelas falhas algumas vezes cometidas.
Enfim agradecer a todos que de alguma forma fizeram ou fazem parte desses 61 anos de existência e pedir, também, desculpas, pelas vezes em que decepcionei nas minhas atitudes e atos, por não ter sido um amigo mais presente, o namorado mais apaixonado e leal, o profissional mais dinâmico e o homem mais justo que eu deveria ser, mas, tenham a certeza de que sempre procurei ser correto e sincero, mesmo quando errei.
Obrigado pelos PARABÉNS e pelas palavras carinhosas, que me são generosamente dirigidas por todos e que o GRANDE ARQUITETO DO UNIVERSO nos ilumine e proteja, por muitos e muitos anos.
Um FELIZ NATAL e um PRÓSPERO ANO NOVO.
Muita Luz
Paulo Vicente Guerreiro Peixoto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nunca escreva para os outros, o que você não gostaria de ler