segunda-feira, 21 de maio de 2018

Pelo resgate do verdadeiro São João. Por Paulo Vicente Guerreiro Peixoto.


Chico César, músico paraibano e na época Secretário de Cultura do Governo da Paraíba, disse que não iria financiar dupla sertaneja e forró de plástico na festa junina da Paraíba, fato que gerou grande repercussão nas mídias sociais:
“É preciso separar bem o que é o Estado e o mercado da cultura, porque o mercado é voraz e ele quer sugar tudo do Estado. Há uma relação imprópria entre empresários, artistas e políticos.
Se você faz um evento pagando R$125 mil a uma banda só, acabou o dinheiro da Cultura!
O Estado não é uma creche de artistas, é também para cuidar disso, mas não só.
Não é uma questão de gosto, mas de valorizar artistas que têm relação com o território e que não são contemplados pelo mercado. E a Secretaria de Cultura foi criada para refletir e fortalecer a cultura popular e o patrimônio cultural.
O Gilberto Gil tem uma musica que diz "o povo sabe o que quer, mas também quer o que não sabe" e eu acredito nisso, na formação de público”.
Este meu recado texto, vai para você meu amigo e irmão Chiquinho, Secretário de Cultura de Maragogipe -Bahia, artista de nossa "Terrinha das Palmeiras" e, diretamente a nossa Prefeita Vera Lúcia, que recentemente vetou o projeto que beneficia os Músicos Maragogipanos, e, indiretamente a todos os Prefeitos do Recôncavo Baiano e do Brasil, principalmente para os das cidades que festejam o São João:
Vamos valorizar as nossas bandas e artistas locais, e, que a grande atração de nossas festividades seja o POVO.
Chega de gastar dinheiro com bandas que nada trazem culturalmente para nossa terra, que aqui chegam tão somente para receber seu cachê, às vezes milionário e nada deixam para nossa cidade, a não ser, na maioria das vezes, estímulo a violência, as drogas e a falta de respeito às Famílias.
Hoje, dia que se comemora o 
Dia do Pedagogo/Pedagoga, Lei 13.083, de 08/01/15, vamos demonstrar que queremos um São João tradicional, um São João autêntico, sem Pagode ou Axé, um São João do arrasta pé, da sanfona, triângulo e zabumba, que honre as suas origens, um São João que faça sorrir no céu Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Sinvuca e tantos outros artistas que deixaram um legado para todos nós.

A todos meus Amigos e Irmãos.'. um domingo de Muita Luz e Paz com as bençãos do Grande Arquiteto do Universo e de Nossa Senhora, rogando ao Espírito Santo que se faça presente em todos os lares brasileiros.
Paulo Vicente Guerreiro Peixoto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nunca escreva para os outros, o que você não gostaria de ler